Como tratar rachaduras no focinho?

É muito comum cachorros apresentarem rachaduras nos focinhos. No entanto, reparar esta situação pode exigir cuidados bastante específicos, principalmente depois de indetificado o motivo causador do problema.

Por que os focinhos racham?

Focinhos rachados não são o mesmo que a pele humana descamando após um dia de praia. É muito mais sério, pois trata-se de um dos muitos sintomas que um cachorro pode apresentar quando algo vai mal com a saúde dele. O animal pode ser portador de duas doenças que devem ser tratadas com máximo rigor, uma vez que são consideradas fatais.

Cinomose

De todos os animais domésticos, apenas os cães e os canídeos silvestres são contagiados por ela. Os sintomas mais comuns são febre, dificuldade para respirar, falta de apetite, pneumonia, conjutivite e as tais crostas no focinho. O contagio ocorre tanto pela via digestiva quanto pela respiratória, sendo passada de um pet para o outro. O portador deste enfermidade geralmente morre após ter o cérebro inflamado.

A melhor forma de prevenir a cinomose é por meio da vacinação!

Lúpus Eritematoso Discóide

Conhecida pela sigla LED, esta é uma doença que ataca a mucosa do cão, provocando inflamações nos olhos, orelhas e boca. No focinho, causa a perda da pigmentação e feridas ulceradas. Todas essas características levam a um quadro perigoso, composto por complicações como insuficiência renal e anemia.

Como ainda suas causas são desconhecidas, recomenda-se tratamento com cortisona, devidamente receitada por especialista.

O que fazer se isso aconteceu com o seu cachorro?

Um focinho rachado é também um focinho que apresenta um aspecto ressecado. É fácil de identificar que algo não vai bem com o cão apenas pela aparência. Por isso, levá-lo ao veterinário é a atitude mais correta a ser tomada depois de percebidas as rachaduras. Ele saberá diagnosticar a causa e recomendará o tratamento ideal.  Afinal, além da cinomose e do lúpus, existe uma série de doenças que se manifestam da mesma forma ou de maneira parecida.

Deixe seu comentário